Por Esmael Morais

Deputados do PSL em viagem à China vão processar Olavo de Carvalho

Publicado em 18/01/2019

Os parlamentares do PSL e DEM que integram a comitiva que visita a China anunciaram que vão processar o jornalista Olavo de Carvalho, que fez postagem nas redes sociais onde “xingou” o grupo  de deputados como um bando de “palhaços”, “semi-analfabetos” e “caipiras” e disse que reprovava tanto a viagem paga pelo governo chinês quanto a ideia de conhecer a tecnologia de reconhecimento facial desenvolvida naquele país.

Em contato com o UOL, integrantes da comitiva que está na China afirmaram que sentiram traídos pela agressão de Olavo de Carvalho, que ministrou cursos políticos para vários deles. O deputado federal Luiz Miranda (DEM-DF), o único parlamentar do grupo que não é do PSL, confirmou, por meio de sua assessoria de imprensa, que vai processar o “guru” da extrema-direita bolsonarista.

“Há mais de 15 anos faço negócios com empresas chinesas”, afirma Miranda em nota. “Após tanto tempo fui convidado para conhecer melhor a cultura do país, o sistema de governo, além da tecnologia empregada em vários setores da sociedade, principalmente na área de segurança pública. Isso nos ajudará a propor alternativas eficientes ao governo brasileiro”, disse.

Integrantes da bancada do PSL manifestaram também a vontade ingressar com medida judicial contra Olavo.  A viagem tem sido motivo de forte polêmica nas fileiras dos diversos grupos da extrema-direita que apoia o governo de Bolsonaro.

*Com informações do UOL