Por Esmael Morais

Delegado da Lava Jato é nomeado para a cúpula da PF

Publicado em 17/01/2019

O delegado Igor Romário de Paula, da Polícia Federal (PF) e um dos chefes da operação Lava Jato, foi nomeado diretor de Investigação e Combate ao Crime Organizado da Polícia Federal nesta quinta-feira (17).

LEIA TAMBÉM:
A doença obsessiva compulsiva do antipetista

De Paula era delegado regional de Investigação e Combate ao Crime Organizado na PF do Paraná, liderando o grupo de trabalho da Operação Lava Jato no estado.

Antipetista assumido, o delegado apoiou o candidato Aécio Neves (PSDB) nas eleições de 2014 e fez críticas ao PT e sua então candidata presidencial, Dilma Rousseff (PT), na internet.

Além disso, o delegado admitiu que a PF gravou imagens de Lula sem autorização judicial, durante a condução coercitiva do ex-presidente.

Também fez parte do caso Banestado, que nunca condenou políticos do PSDB e DEM (antigo PFL), todos ligados a FHC.

Com informações do Uol