Por Esmael Morais

Criminosos que dispararam contra deputada devem ser tratados como terroristas, diz governador do Rio

Publicado em 13/01/2019

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), afirmou neste domingo (13) que os autores dos disparos que atingiram o carro da deputada estadual e delegada Martha Rocha (PDT-RJ) devem ser considerados terroristas.

LEIA TAMBÉM:
Carros de Queiroz não valem nem R$ 25 mil, diz site Intercept

Em nota, o governador disse que no seu governo, “atentados como este, praticados por bandidos que colocam em risco o direito de ir e vir dos cidadãos de bem serão esclarecidos e punidos exemplarmente”.

A avaliação de Witzel é de que “este lamentável episódio confirma mais uma vez a necessidade de que esses bandidos sejam tratados como terroristas, porque atuam desta maneira”.

Segundo o governador, “a legislação brasileira tem que estar à altura da gravidade dos crimes, que mostram uma face do terrorismo e que estão sendo cometidos contra o nosso estado e o nosso país”.

Na manhã de hoje (13) o carro da deputada Martha Rocha foi alvejado e o seu motorista baleado na perna. O crime aconteceu na zona norte da cidade do Rio de Janeiro.

Com informações da Agência Brasil