Bolsonaro saudou a grama; veja a imagem

Compartilhe agora!

Se Dilma Rousseff saudou a mandioca, Jair Bolsonaro cumprimentou o gramado da Praça dos Três Poderes.

Em 2015, a presidenta Dilma saudou a mandioca durante cerimônia com índios na abertura dos Jogos Mundiais Indígenas.

LEIA TAMBÉM
Jair Bolsonaro reduz salário mínimo para R$ 998 no primeiro ato como presidente da República

“Nenhuma civilização nasceu sem ter acesso a uma forma básica de alimentação e aqui nós temos uma, como também os índios e os indígenas americanos têm a deles. Temos a mandioca e aqui nós estamos e, certamente, nós teremos uma série de outros produtos que foram essenciais para o desenvolvimento de toda a civilização humana ao longo dos séculos. Então, aqui, hoje, eu tô saudando a mandioca, uma das maiores conquistas do Brasil”, discursou Dilma no dia 23 de junho de 2015.

Jair Bolsonaro, ao contrário, não pronunciou uma única palavra em relação à grama, mas, como mostram as fotos da posse, ele fez questão de cumprimentar o gramado verde no entorno da Praça dos Três Poderes. A insólita cena ocorreu ontem (1º) durante o desfile no Rolls Royce, entre o Congresso Nacional e Palácio do Planalto.

Compartilhe agora!