Por Esmael Morais

Bolsonaro promete liberar a educação domiciliar por Medida Provisória

Publicado em 24/01/2019

O governo Bolsonaro (PSL) prometeu liberar e regulamentar o ensino domiciliar através de Medida Provisória a ser publicada antes do mandato completar 100 dias.

O ensino domiciliar seria a modalidade de educação promovida pela própria família. As crianças não precisariam frequentar as escolas.

Essa modalidade é considerada ilegal; pois, atualmente, todas as crianças têm o direito de frequentar as escolas dos 6 aos 14 anos, para o ensino básico e fundamental.

Quem defende a educação familiar geralmente discorda da linha pedagógica das escolas por questões religiosas.

Mas as escolas são importantes espaços de socialização, fundamentais para o pleno desenvolvimento das pessoas.

Independente das opiniões, esse é um assunto muito sério para ser resolvido em uma canetada.