Após posse de Maduro, Paraguai rompe relações com a Venezuela


O presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, anunciou nesta quinta-feira (10) a ruptura das relações diplomáticas com a Venezuela e o fechamento da embaixada paraguaia em Caracas, após a posse de Nicolás Maduro para seu segundo mandato. O presidente paraguaio integra o chamado “Grupo de Lima”, uma articulação informal de países que incentiva a oposição interna ao governo de Maduro.

Em discurso no Palácio de Governo, Abdo Benítez afirmou que seu governo adotou “a decisão de romper relações diplomáticas com a República Bolivariana da Venezuela” com base no exercício “das suas atribuições constitucionais e da soberania nacional”.

“Nesse sentido, se decidiu pelo fechamento da nossa embaixada e pela imediata retirada do pessoal diplomático paraguaio credenciado em tal país”, declarou Abdo Benítez, que estava acompanhado de outros membros de seu governo.

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, tomou posse para um novo mandato que termina em 2025. O líder chavista foi eleito depois de uma intensa campanha de boicote e ações violentas da oposição.

*Com informações de Agências

Comentários encerrados.