Trabalhadores acumulam perdas salariais em 2018

Operários, de Tarsila do Amaral

A Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE) aponta que o reajuste médio nos salários foi de foi de 2,9% neste ano. Abaixo da inflação que ficou em 4%.

A FIPE mostra também que acordos de redução salarial fechados entre sindicatos e empresas resultaram em uma queda média de 20,4% no valor do salário dos trabalhadores neste ano. Mas os acordos desse tipo estão diminuindo.

As informações são da Folha de São Paulo e são baseadas no “Salariômetro” da Fipe.

De acordo com o professor Hélio Zylberstajn, a queda no número de acordos para reduzir salário e jornada mostra que a crise no emprego está longe de acabar.

“Essa é uma solução que você usa muito mais no começo da recessão, com a esperança de que ela não vai durar. A tendência vai ser usar cada vez menos, o que ainda reflete que estamos em um mau momento”, afirma ele.

This post was published on 22 de dezembro de 2018

Esmael Morais

Posts recentes

Fortuna de cinco bancos soma R$ 7,4 trilhões e supera PIB do Brasil

O patrimônio de apenas cinco bancos --Itaú, Bradesco, Santander, Banco do Brasil e Caixa-- supera…

25 de maio de 2020

Covid-19: MEC suspende pagamento de parcelas do Fies

O Comitê Gestor do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) autorizou a suspensão das parcelas dos…

25 de maio de 2020

Deputados petistas protocolam pedido de impeachment de Heleno

Em resposta à nota do Ministro do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República,…

25 de maio de 2020

Véio da Havan é condenado pela Justiça por atacar reitor da Unicamp com fake news

O empresário bolsonarista Luciano Hang, também conhecido por Véio da Havan, foi condenado pela Justiça…

25 de maio de 2020

Witzel promete conter operações policiais nas favelas durante pandemia

O governador Wilson Witzel orientou na sexta-feira (22) às polícias Civil e Militar que ampliem…

25 de maio de 2020