Requião explica por que Bolsonaro rejeita a dessalinização da Embrapa

A Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) possui uma das mais arrojadas tecnologias do mundo de dessalinização da água desde 2004, portanto há quase 15 anos. Porém, o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) promete ir buscar tecnologia para tal em Israel.

O senador Roberto Requião (MDB-PR), estudioso da dessalinização, tem uma tese para explicar o motivo de Bolsonaro rejeitar o programa da Embrapa. Segundo o parlamentar, o processo de dessalinização da Embrapa é marxista-leninista, enquanto o de Israel segue tradição judaico-cristã.

Além do aspecto religioso, o senador emedebista ainda aponta motivos sexuais. “Quem bebe água da Embrapa muda de sexo, tecnologia Gramsciana”, afirma Requião.

Comentários encerrados.