Movimento Internacional Lula Livre é lançado nesta segunda-feira

O Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, palco da resistência ao arbítrio, onde o ex-presidente Lula se refugiou antes de ser preso em abril, vai sediar nesta segunda-feira (10) o Ato Internacional Lula Livre.

LEIA TAMBÉM
STF pode libertar Lula no próximo dia 19 de dezembro

O evento integra a Conferência Internacional em Defesa da Democracia, promovida pela Fundação Perseu Abramo, e terá participação de lideranças internacionais.

No dia em que se comemora o aniversário de 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, os Metalúrgicos do ABC, junto com a Fundação Perseu Abramo, promovem na próxima segunda-feira (10) o Ato Internacional Lula Livre, a partir das 18h30. A atividade integra a programação da Conferência Internacional em Defesa da Democracia, promovida pela Fundação, que acontece em São Paulo nos dias 10 e 11 de dezembro. Estarão presentes representantes de partidos políticos de diversos países e movimentos sociais.

De acordo com a Fundação Perseu Abramo, o objetivo da Conferência é debater estratégias contra a criminalização dos movimentos populares e sociais e o desmonte de políticas de inclusão social. Estão confirmadas as presenças de João Pimenta, euro-deputado pelo Partido Comunista Português, Jorge Taiana, deputado do Parlasul e ex-chanceler da Argentina, Javier Miranda, presidente da Frente Ampla do Uruguai, Yanis Varoufakis, do DIEM 25 (Movimento Democracia na Europa 2025), da Grécia, entre outros. Também participam o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad e a ex-presidenta Dilma Rousseff.

O ato que acontece no Sindicato será realizado para lembrar a prisão política do ex-presidente Lula, considerada um exemplo de desrespeito à legislação garantidora dos direitos humanos. “O ato tem tudo a ver com essa data. Quando celebramos a Declaração Universal dos Direitos Humanos temos de apontar a situação do ex-presidente Lula, preso de forma arbitrária, antes que fosse julgada a totalidade de seus recursos”, ressalta Carlos Caramelo, diretor do Sindicato.

Declaração dos Direitos Humanos – A Declaração dos Direitos Humanos nasceu, em 1948, logo após o final da Segunda Guerra, com objetivo de lembrar e impedir outro Holocausto. É o documento mais traduzido do mundo, disponível em mais de 500 idiomas, de acordo com a Organização das Nações Unidas. Os direitos humanos incluem o direito à vida e à liberdade, à liberdade de opinião e de expressão, o direito ao trabalho e à educação, sem discriminação.

Serviço:

Ato Internacional Lula Livre
Data: 10 de dezembro de 2018
Horário: 18h30
Local: Sindicato dos Metalúrgicos do ABC – Rua João Basso 231 – São Bernardo do Campo

Abaixo, programação da Conferência Internacional, que acontece em São Paulo
(Local: Hotel Nobile Downtown São Paulo)
Promoção: Fundação Perseu Abramo
Apoio: Comitê de Solidariedade Internacional em Defesa de Lula e da Democracia no Brasil e Secretaria de Relações Internacionais do Partido dos Trabalhadores

Segunda-feira, 10 de dezembro
9h-9h30: Abertura
– Marcio Pochmann, presidente da FPA
– Gleisi Hoffmann, presidenta do PT
Coordenação: Monica Valente, Secretária de Relações Internacionais do PT

9h30 às 12h30
Mesa 1: O conservadorismo e a extrema direita no mundo atual
– Eric Coquerel – Deputado da França Insubmissa
– Fernando Haddad – ex-candidato à Presidência da República
– João Pimenta – Euro-deputado pelo Partido Comunista, Portugal
– Jorge Taiana – Deputado Parlasul e ex-Chanceler da Argentina
– Nilma Gomes
Coordenação de mesa: Artur Henrique – diretor da Fundação Perseu Abramo

12h30-14h – Almoço

14h-17h30
Mesa 2: As respostas democráticas e progressistas
– Isabel Moreira – Deputada pelo Partido Socialista, Portugal
– Javier Miranda – Presidente da Frente Ampla, Uruguai
– Txema Guijarro – Secretário-Geral do Grupo Parlamentar do Podemos, Espanha
– Yeidckol Polevnsky – Presidenta do MORENA, México
– Representante do SYRIZA
Coordenação de mesa: Antonio Lisboa – Secretário de Relações Internacionais da CUT

Terça-feira, 11 de dezembro
9h-12h

Mesa 3: Alternativas e caminhos na luta em defesa da democracia
– Angela Davis – CCDS, Estados Unidos
– Dilma Rousseff – Ex-presidenta da República
– Maite Mola – Vice-presidenta do Partido da Esquerda Europeia
– Yanis Varoufakis – DIEM 25, Grécia
– Sergei Stanishev ou Giacomo Filibeck – Partido Socialista Europeu
Coordenação de mesa: Rosana Ramos – diretora da Fundação Perseu Abramo

Encerramento: Mônica Valente – Secretária de Relações Internacionais do PT

Comentários encerrados.