Ministra Damares Alves denuncia que era estuprada por pastor evangélico

Publicado em 18 dezembro, 2018
Compartilhe agora!

É emocionante o depoimento da futura ministra Damares Alves, dos Direitos Humanos, sobre o estupro que ela sofria de um pastor evangélico.

“O pastor ia ao meu quarto à noite pra me estuprar”, relata.

LEIA TAMBÉM
‘Coisas do além’ no depoimento de João de Deus assustam policiais

A chacota pelo fato de a futura ministra de Jair Bolsonaro ter ‘conversado com Jesus em cima de uma goiabeira’ ganha agora contornos dramáticos com a revelação.

“O primeiro abusador foi às vias de fato. Fui estuprada por dois anos. Ele dizia que eu era ‘enxerida’, que a culpa era minha e que, se falasse, meu pai morreria”, relatou à Folha a futura ministra, que também é pastora evangélica.

Na entrevista divulgada pelo jornalão paulistano, Damares disse ainda que dói falar sobre o tema porque ela se expôs demais. “Mas entendo que preciso passar a mensagem de que sobrevivi”, considera.

Neste domingo (16),em sua coluna no Blog do Esmael, o deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) escreveu que “há milhares de meninas em cima de goiabeiras, sofrendo em silêncio e à espera de alguém que as liberte”. Bingo.

Compartilhe agora!