Por Esmael Morais

Maduro: Venezuela não vai ter um Bolsonaro

Publicado em 21/12/2018

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou nesta quinta-feira (20) que não permitirá o surgimento de um Jair Bolsonaro (PSL) em seu país e chamou o vice-presidente eleito do Brasil, general Hamilton Mourão (PRTB), de “louco da cabeça”.

“A Venezuela não é o Brasil. Aqui não vai ter um Bolsonaro. Aqui será o povo e o chavismo por muito tempo(…). Bolsonaro aqui não teremos nunca, porque nós construímos a força popular”, declarou Maduro durante ato do Partido Socialista Unido de Venezuela (PSUV).

LEIA TAMBÉM:
Bolsonaro atrai coalizão anti-EUA às portas do Brasil

Denunciando a existência de um complô dos Estados Unidos para derrubá-lo, com o apoio de Brasil e Colômbia, Maduro disse que o general Mourão é “louco da cabeça” por ter afirmando que seu governo está chegando ao fim e defendido “eleições normais” na Venezuela.

“Aqui lhe espero, com milhões de homens e mulheres e com a Força Armada (…). Aqui lhe espero, Mourão, venha pessoalmente”, desafiou Maduro.

Maduro garantiu que John Bolton, assessor de Segurança Nacional dos EUA, deu instruções para “provocações militares na fronteira” entre Venezuela e Brasil na reunião que teve com Bolsonaro.

Com informações do Uol