João de Deus afirma que é vítima de fake news da Globo

Qualquer semelhança com o mundo político… O médium João de Deus, que se entregou à polícia neste domingo (16), disse que era vítima de fake news da Globo.

Segundo registro da Folha, o objetivo das mulheres que o denunciaram por abuso sexual era pegar o dinheiro dele.

LEIA TAMBÉM
João de Deus, Damares, Jesus na goiabeira e abuso sexual contra mulheres

“Eu só sei que é uma coisa montada, armada. Para pegar o meu dinheiro”, anotou a jornalista Mônica Bergamo.

A denúncia dos abusos foi revelada pela primeira vez pelo jornalista Pedro Bial, da Globo, no programa “Conversa com Bial” na emissora.

Ainda de acordo com a Folha, João de Deus teria relatado à advogada Luisa Moraes Abreu Ferreira um telefonema em que o avisaram da armação a partir da fake news da Globo.

“Eu te contei do telefonema? Me telefonaram e disseram: ‘Vamos colocar 50 [mulheres] para falar mal de você. Se você falar alguma coisa, colocamos 200. E, depois, 2.000’”.

O médium teria dormido numa barraca, no meio do mato, antes de entregar-se à polícia em uma estrada na área rua de Abadiânia (GO).

Comentários encerrados.