Grafites em homenagem a Marielle Franco e Maria da Penha foram vandalizados no Rio

Pammela Castro refazendo um dos grafites após o vandalismo.

Grafites em homenagem à vereadora Marielle Franco (PSOL), assassinada em março, e à ativista Maria da Penha foram alvo de vandalismo no Rio de Janeiro.

Um dos grafites retratando Marielle foi pintado com a técnica de stencil pela ativista Malala Yousafzai, em sua passagem pelo Brasil, em junho. Malala é paquistanesa e recebeu o prêmio Nobel da Paz neste ano.

As outras obras atacadas foram feitas pela grafiteira Panmela Castro.

Nas pinturas, o vândalo cobriu seus rostos das homenageadas com tinta preta.

Os ataques foram realizados em 10 de dezembro, data em que é comemorada a Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Com informações e  foto da Agência Brasil.