Extrema pobreza cresce e atinge mais de 15 milhões de brasileiros

O número de brasileiros na faixa de extrema pobreza no Brasil aumentou de 6,6% da população em 2016 para 7,4% em 2017, passando de 13,5 milhões para 15,2 milhões.

De acordo com definição do Banco Mundial, são pessoas com renda inferior a US$ 1,90 por dia ou R$ 140 por mês.

Os dados fazem parte da Síntese dos Indicadores Sociais 2018, divulgada hoje (5) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que entende o estudo como “um conjunto de informações sobre a realidade social do país”.

Segundo o IBGE, o crescimento do percentual nessa faixa subiu em todo o país, com exceção da Região Norte onde ficou estável.

A pesquisa não aponta, mas está claro que a piora nos indicadores sociais brasileiros é fruto direto da recessão e do golpe de 2016.

Diversos projetos sociais e políticas públicas vêm sofrendo cortes do governo federal, e isso só deve piorar nos próximos anos.

Com informações da Agência Brasil.

Comentários encerrados.