Por Esmael Morais

Extinção do Ministério do Trabalho pode ser a primeira batalha entre Bolsonaro e oposição

Publicado em 24/12/2018

O desejo de Jair Bolsonaro (PSL) em extinguir o Ministério do Trabalho pode dar mais trabalho(!) e dor de cabeça que o esperado. Membros da equipe de transição apontam para a necessidade de uma Lei que tramite pelo Congresso para resolver o imbróglio.

LEIA TAMBÉM: Sindicatos denunciam Estado brasileiro à OIT por violações de direitos dos trabalhadores

Segundo o Jornal do Brasil, a equipe de transição enfrenta uma corrida contra o tempo para possibilitar todas as mudanças no organograma ministerial prometidos pelo “coiso”.

Medidas Provisórios terão que ser editadas ainda pelo ilegítimo Michel Temer (MDB) para que vários dos novos ministro tenham condições de tomar posse em 1° de janeiro.

Mas o caso do Ministério do Trabalho é muito complexo.

A pasta será absorvida por dois ministérios: Justiça e Economia.

E a complexidade da extinção poderá exigir um projeto de lei. Daí entra a oposição, que deverá fazer de tudo para defender os direitos dos trabalhadores.

Essa pode ser a primeira grande batalha do novo governo.

Bom para Bolsonaro saber que a maldade pode dar trabalho, com o perdão do trocadilho.