Drauzio Varella vê culpa até de ‘presidente da República’ pela existência de Joãos de Deus

O médico Drauzio Varella, na Folha, afirma que nunca viu nenhum milagre espiritual na cura de pacientes e culpa do juiz ao presidente da República pela existência de charlatões.

“O prestígio do charlatão é potencializado pelas personagens públicas que consegue atrair. Cada médico, juiz, presidente da República, intelectual ou artista de renome que procura seus serviços atrai publicidade e lhe confere atestado de idoneidade espiritual”, dispara.

LEIA TAMBÉM
Requião quer depoimento de políticos que visitaram João de Deus

Drauzio está coberto de razão. O ministro do STF Luís Roberto Barroso e Michel Temer estiveram com o médium, bem como artistas da Globo — emissora que agora abate o curandeiro e desvia a atenção dos escândalos da família Bolsonaro.

Comentários encerrados.