Datafolha fuzila Bolsonaro: 61% contrários à liberação da posse de armas de fogo

O feitiço virou contra o feiticeiro, pois o Datafolha afirma que aumentou o número de brasileiros contrários à liberação posse de arma de fogo no Brasil. Em outubro, 55% discordavam de liberar o armamento. Agora, em dezembro, 61% rejeitam a proposta do presidente eleito Jair Bolsonaro.

As mulheres são as que mais reprovam a liberação da arma de fogo, com 71%, ante 51% dos homens.

Na prática, a pesquisa Datafolha fuzila a intenção de Bolsonaro e dos ministros general Heleno (GSI) e Sérgio Moro (Justiça) de facilitar a liberação da posse da arma de fogo em até 100 dias.

O Datafolha ouviu 2.077 pessoas em 130 municípios em todas as regiões do país, nos dias 18 e 19 de dezembro.

Resumo da ópera: o lobby de Bozo perde da opinião pública na questão da arma de fogo; alvíssaras!

Comentários encerrados.