Bolsonaro fez apologia à violência com as mãos durante partida Palmeiras x Vitória

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), após o jogo do Palmeiras e Vitória, em São Paulo, disse que ontem (2) que é hora de os adversários abandonarem o “ódio sem necessidade”.

LEIA TAMBÉM
Bolsonaro defendeu ‘fuzilamento’ para quem privatiza estatais; assista

O diabo é que o corpo de Bolsonaro — nem os dedos — não consegue acompanhar a sua mente. Basta o leitor prestar atenção nos gestos do ‘Coiso’, sempre remetendo ao ódio e à violência. Não foi diferente na partida de futebol quando ele simulou uma arma com as mãos em mais de uma oportunidade.

“Estou vendo muitos derrotados politicamente pregando ódio sem necessidade, relaxem, cultivem o que dizem pregar que a alma fica em paz. Um conselho de quem quer ver todos bem”, tuitou o presidente eleito na boca desta madrugada.

Durante a campanha, o presidente eleito afirmou que iria metralhar os petralhas; após a eleição, Bolsonaro continuou no palanque e prometeu o exílio para os adversários.

Assista ao vídeo:

Leia o contraditório tuíte:

Comentários encerrados.