A lava jato deu mais prejuízos do que benefícios ao Brasil

Na ponta do lápis, a lava jato deu mais prejuízos do que benefícios aos brasileiros nesses quase cinco anos de atuação. Só em um acordo judicial, em virtude da força-tarefa criada pelo ex-juiz Sérgio Moro, a Petrobras teve de pagar R$ 10 bilhões para os temidos fundos abutres norte-americanos.

LEIA TAMBÉM
Bolsonaro tem 74% de desaprovação na América Latina, diz Ipsos

Nesta semana o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), meio desenxabido, realizou um balanço no qual afirmou que a lava jato recuperou R$ 848 milhões entre multas e perdimentos de bens e valores. Muito pouco pelo dano à imagem da estatal de petróleo, pelo destroçamento da Constituição Federal e da democracia, pelo desemprego de 14 milhões de trabalhadores.

Desde o princípio, o Blog do Esmael não se furtou em esclarecer que a lava jato era — e é — um fetiche de procuradores, de setores da mídia e do judiciário, de alguns grupamentos de extrema direita. Ou seja, é uma fantasia que seletivamente escolhe alguns alvos para imputar certos crimes, mas que livra outros como o sistema financeira. É impossível que somas trilhardárias circulem na corrupção sem a participação efetiva de bancos.

Este site também passou os últimos anos batendo na tecla de que combate à corrupção não pode ser elevado à condição de programa de governo porque não gera emprego e desenvolvimento, pelo contrário, inibe investimentos, afugenta capitais produtivos, gera perda de postos de trabalho, enfim, quando vira prioridade tem o condão de desgraçar a economia de um país.

Para quem tem um cérebro maior que uma azeitona basta analisar, fazer conta básica de subtração. Em uma única operação, por causa da lava jato, a Petrobras perdeu R$ 10 bilhões. A força-tarefa disse que recuperou apenas R$ 848 milhões, logo, só em duas operações, o déficit para o Brasil é de R$ 9,152 bilhões.

O dano intangível à economia popular é mais violento ainda, pois atingiu famílias inteiras que perderam emprego; retirou aquela oportunidade de salários, de casamento, do início de uma faculdade, de uma viagem ao exterior; reduziu o preço da mão de obra a níveis da semiescravidão.

Portanto, a lava jato é coisa do capeta.

Comentários encerrados.