Segunda Turma do STF volta com inquérito sobre Aécio Neves

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta terça-feira (20) desarquivar o inquérito que trata das investigações sobre o senador Aécio Neves (PSDB-MG), suspeito de participar de irregularidades em Furnas, subsidiária da Eletrobras em Minas Gerais. A decisão foi tomada por 3 votos a 2. Com a decisão, a Procuradoria-Geral da República (PGR) terá 60 dias para concluir diligências pendentes e também deverá se manifestar sobre o arquivamento da investigação.

Os ministros julgaram um recurso da PGR contra decisão individual do ministro do STF Gilmar Mendes que determinou o arquivamento da investigação. A decisão divergiu do entendimento da procuradoria, que pediu a remessa do inquérito para a Justiça Federal do Rio de Janeiro.
A investigação teve início em 2016, a pedido do então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para apurar indícios de crimes de corrupção e lavagem de dinheiro em Furnas, estatal sob forte influência das lideranças políticas do PSDB.
*Com informações da Agência Brasil

Comentários encerrados.