SBT pode ressuscitar miniprogramas que “puxavam o saco” de governos

O Sistema Brasileiro de Televisão, o SBT, do empresário e apresentador Silvio Santos, pode ressuscitar ‘A Semana do Presidente’ para “puxar o saco” do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) e dos militares.

LEIA TAMBÉM:
Silvio Santos resgata slogan da ditadura ‘Brasil, Ame-o ou Deixe-o’

O SBT, antiga TVS, foi uma concessão pública dada ao empresário Silvio Santos no governo do general Figueiredo, na ditadura militar.

Durante uns 20 anos, a televisão de Silvio Santos exibiu uma espécie de miniprograma destinado a divulgar os feitos de governos chamado ‘A Semana do Presidente’.

Na ditadura, esses miniprogramas eram usados como recurso para estimular o patriotismo e aumentar a popularidade do governo.

No último mês de outubro, o SBT exibiu uma vinheta com o slogan “Brasil, ame-o ou deixe-o” para agradar o novo presidente eleito de Jair Bolsonaro. Esse slogan foi utilizado pelos militares nos anos mais sangrentos da ditadura militar no Brasil.

O canal retirou essa inserção do ar após uma saraivada de críticas que recebeu.

Silvio Santos uma vez afirmou que se considerava um “office boy de luxo do governo”, por ter uma concessão pública de TV.

Assista ao vídeo e relembre como eram os miniprogramas do SBT:

Comentários encerrados.