PSB decide “oposição sem tréguas” ao governo de Bolsonaro


A Executiva Nacional do Partido Socialista Brasileiro (PSB) decidiu que fará oposição ao governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), em defesa de “teses e agendas de interesse nacional e da população”. A resolução foi aprovada em reunião realizada em Brasília (DF) na tarde desta segunda-feira(5). A Executiva do PSB diz que exercerá “resistência sem tréguas, mas em uma perspectiva que busca o bem comum”. “A lógica do ‘quanto pior, melhor’ não nos cativa ou estimula. Não faremos do sofrimento dos brasileiros trampolins para o próximo pleito eleitoral”.

A jornalistas que aguardavam o fim da reunião, o presidente do PSB, Carlos Siqueira, disse que a oposição do partido a Jair Bolsonaro é uma decisão natural. “O candidato que ganhou pensa diametralmente oposto a nós. Naturalmente, vamos exercer essa oposição”.

Segundo Siqueira, o partido agora partirá para conversas com outras legendas de oposição. “Temos posição definida. Agora, vamos partir para conversações com outros partidos e forças políticas que defendem a manutenção da democracia e dos direitos sociais”. Entre os participantes da reunião estavam os governadores Rodrigo Rollemberg (Distrito Federal), Márcio França (São Paulo) e Paulo Câmara(Pernambuco).

*Com informações do PSB e Agências

Comentários encerrados.