Número de trabalhadores desalentados cresceu 10% em um ano

Em um ano, o número de trabalhadores desalentados subiu 10,6% no Brasil. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (29) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

LEIA TAMBÉM:
Desemprego deixa 62 milhões de brasileiros ‘pendurados’ no Serasa

De acordo com o IBGE, 4,3 milhões de trabalhadores estavam nesta situação em outubro do ano passado. No mesmo mês deste ano, este contingente subiu para 4,7 milhões de brasileiros.

O IBGE considera desalentado quem está desempregado e não têm mais perspectivas de retornar ao mercado de trabalho.

O aumento do desalento reflete o quadro de desemprego elevado que afetou o Brasil nos últimos anos.

Segundo o IBGE, 12,4 milhões de pessoas estão desempregadas no país.