Moro faz política com o Exército

Compartilhe agora!

O ex-juiz Sérgio Moro, líder do partido da lava jato, se encontrou hoje (27) com o general Eduardo Villas Bôas para fazer política de boa vizinhança.

A reunião entre o militar e o político Moro tinha motivo de transição, segundo o general que postou no Twitter.

LEIA TAMBÉM
Gleisi denuncia pacto de libertação de Palocci no Senado; assista

“Estamos reunidos com os futuros Ministro da Justiça, Juiz Sérgio Moro, Ministro da Defesa, General Fernando Azevedo e Silva, e parte de suas equipes para apresentarmos alguns dados na área de Segurança Pública que possam interessar ao Ministério da Justiça no planejamento futuro”, escreveu Villas Bôas.

O ex-juiz e líder do partido da lava jato fez política com as Forças Armadas após criar a Secretaria de Operações Policiais Integradas e indicar para a pasta o delegado da Polícia Federal Rosalvo Ferreira Franco.

Moro explicou a função da nova estrutura que será coordenada pelo ex-superintendente da PF no Paraná no auge da lava jato, entre os anos de 2013 e 2017:

“A ideia da secretaria é poder coordenar operações policiais a nível nacional. Hoje nós temos muitos grupos e atividades criminosas que transcendem as fronteiras estaduais e essa ação precisa, muitas vezes, de uma coordenação a nível nacional. Isso já é feito, de certa maneira, dentro do Ministério da Segurança Pública, mas a criação de uma secretaria específica pra isso é de todo oportuno, na nossa avaliação.”

Moral da história: a lava jato não só chegou ao poder como também tem fome de poder.

Compartilhe agora!