Médico cubano: Bolsonaro é lacaio dos Estados Unidos; assista ao vídeo

Os primeiros 196 médicos cubanos chegaram na madrugada desta quinta-feira (15) a Cuba depois que o Ministério da Saúde Pública daquele país tomou a decisão de não continuar participando do programa Mais Médicos no Brasil por causa de referências “depreciativas e ameaçadoras” feitas pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

LEIA TAMBÉM:
Após ameaças de Bolsonaro, Cuba vai se retirar do Mais Médicos

O médico José Angel Véliz afirmou que concorda com a decisão do governo de Cuba e que Bolsonaro é um “lacaio do império”.

“Nós ratificamos a decisão de não seguir participando do programa Mais Médios no Brasil devido as manifestações servis desse lacaio do império, o novo presidente eleito do Brasil, que não tem preparação para ser presidente desse país”, criticou o Dr. Véliz ao chegar a Cuba.

A Dra. Leidis Caballero disse que vai sentir falda do povo brasileiro, “que é uma gente muito querida”.

Assista a reportagem do Cuba Hoy:

Médicos cubanos chegam a Cuba e dizem que Bolsonaro é lacaio dos EUA e não se interessa pela saúde do povo brasileiro. Confira os relatos, na reportagem do Cuba Hoy

Posted by Brasil 247 on Friday, November 16, 2018

Comentários encerrados.