Lula patrulhado pelo Estadão

O ex-presidente Lula está sendo patrulhado pelo Estadão, que hoje (18) levantou as visitas recebidas pelo petista nos últimos seis meses.

LEIA TAMBÉM
A pedido de Bolsonaro, Temer corta R$ 77,8 milhões de programas de saúde mental

De acordo com o jornalão, que torceu pela eleição de Jair Bolsonaro (PSL), o ex-presidente recebeu 572 visitas de advogados, amigos e familiares.

“Os mais presentes foram os paranaenses Manoel Caetano Ferreira e Luiz Carlos da Rocha, com mais de 100 visitas cada, que cumprem as funções de representantes legais e também de companhia para o ex-presidente”, dedurou o Estadão.

Os dois advogados em questão lideram a oposição à seccional paranaense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A atual direção, digamos, tem um viés de direita.

Dito isto, o Estadão ainda entregou que há “o barbeiro de Lula” — Eliseu Clemente — detentor de confidências preciosas como aquela de que o ex-presidente lê muito e escreve bastante na prisão.

“Fico até com pena dele, é uma pessoa de idade, alguém que, querendo ou não, governou o País e ajudou muitas pessoas e está em uma situação daquela. É um ser humano, né”, disse o barbeiro de Lula para o Estadão.

Comentários encerrados.