Lista com ameaças a professores e estudantes e referência ao ‘mito’ circula na UFPE

Uma lista com ameaças a docentes e pesquisadores de Ciências Humanas da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) apareceu na terça-feita nas redes sociais. A carta fala em “doutrinação”, “feminazis”, “travecos” e adverte: “Vocês serão banidos! Escórias! O mito vem aí!”.

José Luiz Ratton, Professor do Departamento de Sociologia e Coordenador da Pós-Graduação em Sociologia é listado como “doutrinador socialista” e que “faz apologia ao uso de drogas junto dos seus orientandos esquerdistas”.

O professor respondeu que “Os ataques dirigidos a nós são, fundamentalmente, ofensas às várias e desejáveis formas de afirmação da cidadania brasileira, à autonomia da universidade pública, às liberdades civis, à democracia.”

“O objetivo destes grupos não democráticos é espalhar pânico e desinformação em um momento tão crítico da história do país. Não podemos cair nestas armadilhas, mas também não podemos permitir retrocessos e ameaças”.

Ele também cobrou um posicionamento da reitoria da UFPE e das autoridades competentes.

Em nota, a Universidade repudiou a carta e afirmou que “não admite, sob qualquer hipótese, que a violência ameace as liberdades de cátedra e individuais” e que defende “a academia como espaço para pluralismo de ideias”.

Além disso, a Reitoria determinou a abertura de uma sindicância interna e comunicará o Ministério Público Federal e a Polícia Federal para que os fatos sejam apurados.

Com informações do Brasil de Fato.

Comentários encerrados.