Juíza antecipadamente condenou Lula à prisão perpétua, diz Requião

O senador Roberto Requião (MDB-PR) afirmou ao Blog do Esmael, nesta sexta (16), que a juíza Gabriela Hardt já condenou antecipadamente o ex-presidente Lula à prisão perpétua.

LEIA TAMBÉM
Gleisi: juíza foi ‘autoritária’ e ‘desrespeitosa’ com Lula

Em termos práticos, Requião quis dizer a substituta e a amiga do juiz-ministro Sérgio Moro deverá prolator nos próximos dias mais a segunda condenação do petista no caso do sítio de Atibaia (SP).

“Prevaleceu a tese no interrogatório de que se tratou de um empréstimo [do sítio] em comodato a título gratuito, mas que as obras foram feitas para beneficiar o ex-presidente”, observou o senador do MDB.

Requião lamentou que, se sobrevier mais uma condenação na lava jato, Lula deixará a prisão somente num caixão — o que equivaleria à prisão perpétua, vedada pela legislação brasileira.

O ex-presidente Lula é mantido preso político há 224 dias na Polícia Federal de Curitiba. Ele cumpre pena antecipada de uma pena cuja função era tirá-lo da disputa presidencial. O ex-presidente poderia recorrer a tribunais superiores em liberdade, segundo a Constituição.

Comentários encerrados.