Gleisi sugere detector de mentiras em Bolsonaro

A presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann, perdeu a paciência com as fake news e sugeriu detector de mentiras no presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

LEIA TAMBÉM
Cidade do Paraná que deu 74% dos votos a Bolsonaro perde 75% dos médicos

“Jair Bolsonaro tem de parar de mentir, a campanha acabou. O PT nunca ameaçou de deportar médicos cubanos. Quem faz ameaças é Bolsonaro. Cumprimos o acordado com a OPAS (Organização Pan-Americana da Saúde) e com Cuba. Quando termina o tempo de contrato aqui o médico volta para o convívio de sua família em seu país”, contestou a dirigente petista.

Gleisi se referiu à declaração de Bolsonaro de que dará ‘asilo político’ para os cubanos que quiserem ficar no Brasil, evidentemente sem emprego do ‘Menos Médicos‘.

“O governo do PT anunciou que, caso alguém pedisse asilo aqui, seria deportado, não podemos admitir isso aí”, disseminou o Coiso.

Por questões ideológicas, Bolsonaro comprometeu a saúde de cerca de 29 milhões de brasileiros. Além disso, o presidente eleito duvida de que ‘realmente’ os cubanos sejam médicos formados nas universidades de medicina.