Gleisi: juíza foi ‘autoritária’ e ‘desrespeitosa’ com Lula

Publicado em 15 novembro, 2018

A presidenta nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, criticou veementemente o desempenho da juíza Gabriela Hardt durante o depoimento de Lula nesta quarta (14). A dirigente afirmou que a amiga e substituta do juiz-ministro Sérgio Moro foi ‘autoritária’ e ‘desrespeitosa’ com o ex-presidente.

LEIA TAMBÉM
Lula presta depoimento à juíza Gabriela Hardt na Lava-Jato; assista

“A juíza Gabriela Hardt ao querer mostrar autoridade foi autoritária, além de desrespeitosa, com o presidente Lula durante seu depoimento. Em tempos de Bolsonaro no poder seus seguidores se revelam em comportamentos. Lula foi digno, como sempre”, disparou.

Lula tirou a juíza do prumo quando sugeriu que a militância petista ingressasse em massa na justiça contra os procuradores do Ministério Público Federal e apontou uma suposta amizade de 8 anos entre Moro e o doleiro Alberto Youssef desde a época do Banestado.

Para Gleisi, o processo do sítio de Atibaia é mais um teatro armado pela lava jato que age no país como se fosse um partido. A ida de Moro para o governo de extrema-direita de Jair Bolsonaro (PSL) seria prova concreta do ódio político e ideológico contra o PT e Lula.