Gleisi garante que ninguém do PT solta a mão de Lula

Compartilhe agora!

A presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann, em artigo especial, acusa o professor Aldo Fornazieri de ofender ‘gratuita’ e ‘infundadamente’ o partido ao afirmar que Lula foi abandonado. “De onde ele tirou que abandonamos Lula?”, questiona a dirigente.

Ninguém separa o PT de Lula

Gleisi Hoffmann*

O professor Aldo Fornazieri ofendeu gratuitamente o PT, nossos dirigentes e nossa militância, num artigo que parece ter sido escrito em outro planeta. De onde ele tirou a ideia de que abandonamos o ex-presidente Lula? Dos jornais brasileiros que censuram deliberadamente todos os atos de solidariedade a Lula?

Ora, professor, saia do gabinete e dê um pulo a Curitiba, para ver de perto a solidariedade militante da Vigília Lula Livre, que se mantém ativa desde o primeiro dia da prisão, sustentada pelos movimentos sociais, pelo PT e por doações de milhares de cidadãos.

Lembre-se que nos mobilizamos em todos os depoimentos de Lula, inclusive no mais recente. Lembre-se que logo depois das eleições fizemos uma grande reunião do Comitê Nacional Lula Livre, em Curitiba, que estabeleceu um calendário de atividades dentro e fora do país. No dia 10 de dezembro faremos um grande ato internacional de solidariedade a Lula.

Veja que todas as redes do PT difundem diariamente notícias sobre o presidente, as visitas, os recados, a solidariedade internacional. E que estamos impulsionando a campanha pela indicação de Lula ao Nobel da Paz. Por fim, veja que o PT conferiu centralidade à campanha pela liberdade de Lula e por um julgamento justo, considerando que esta é a questão mais importante simbólica na defesa da democracia e dos direitos em nosso país.

Abra os olhos, professor Fornazieri, e junte-se a nós nessa campanha. Você será muito bem-vindo a Curitiba.

*Gleisi Hoffmann, senadora (PT-PR) e presidenta nacional do PT, em artigo originalmente publicado no GGN.

Compartilhe agora!