Geddel e irmão desviaram salário de assessores, diz PF

Publicado em 9 novembro, 2018
Compartilhe agora!

Em relatório final, a Polícia Federal (PF) concluiu que o ex-ministro e ex-deputado Geddel Vieira Lima e seu irmão, o deputado Lúcio Vieira Lima (MDB-BA), desviaram salário de seus assessores.

LEIA TAMBÉM:
Alexandre Frota indicou ministra da Agricultura, diz Globo

Segundo o relatário, os irmãos Vieira Lima lotavam em seus gabinetes funcionários fantasmas e se apropriavam dos salários de supostos assessores e secretários, que na verdade eram empregados pessoais, o que configura o crime de peculato.

A investigação foi aberta a pedido da Procuradoria Geral da República (PGR) como desdobramento da ação penal sobre os R$ 51 milhões encontrados em malas num apartamento na cidade de Salvador-BA.

O documento foi anexado ao inquérito sobre o caso que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF), sob a relatoria do ministro Alexandre de Moraes.

Com informações da Agência Brasil

Compartilhe agora!