Equipe econômica do governo Bolsonaro está quase fechada

Na Foto Jair Bolsonaro

A equipe econômica do futuro governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) já está praticamente fechada.

LEIA TAMBÉM:
Requião: Joaquim Levy derrubou Dilma, poderá derrubar Bolsonaro

O economista Paulo Guedes vai comandar o superministério da Economia (que vai unir Fazenda, Planejamento, Indústria e Comércio Exterior).

Também integram a equipe econômica os economistas Roberto Campos Neto, que irá para o Banco Central (BC), Roberto Castello Branco, que assumirá o comando da Petrobras, e Joaquim Levy, que vai presidir o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Mansueto Almeida, atual secretário do Tesouro Nacional, foi confirmado para a equipe econômica do próximo governo e deve permanecer no cargo.

Ainda faltam ser anunciados os presidentes da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil.

Com informações da Agência Brasil

Comentários encerrados.