Por Esmael Morais

Deltan Dallagnol poderá substituir Raquel Dodge na PGR

Publicado em 23/11/2018

O procurador Deltan Dallagnol, da lava jato, poderá substituir Raquel Dodge na Procuradoria-Geral da República a partir de setembro de 2019.

LEIA TAMBÉM
Comentarista da TV cubana detona Bolsonaro; assista

Coube ao jornalista Ricardo Cappelli, em artigo no Blog do Esmael, apontar a movimentação do moço do PowerPoint rumo ao centro do poder.

Em favor de Dallagnol milita o superministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, o primeiro da força-tarefa a ser premiado com um cargo no governo de extrema-direita.

O mandato de Raquel Dodge termina em setembro do ano que vem e o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) não deu mostras de que pretende reconduzi-la ao cargo.

A exemplo de Michel Temer, Bolsonaro também não deverá seguir a lista tríplice apresentada pela ANPR (Associação Nacional dos Procuradores da República).

No ano passado, Dodge foi a segunda candidata mais votada a categoria, com 587 dos 1.108 votos de procuradores. O candidato mais votado tinha sido Nicolao Dino, que recebeu 621 votos e era considerado o sucessor de Janot.