Com a saída de cubanos, mais de 24 milhões de brasileiros ficarão sem atendimento médico

Publicado em 14 novembro, 2018
Compartilhe agora!


As declarações desastrosas e carregadas de preconceitos ideológicos do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) levaram o governo cubano anunciar nesta quarta-feira(14) a saída do Programa Mais Médicos do Brasil, uma parceria intermediada pela OPAS – Organização Pan Americana de Saúde, que garantia atenção básica de saúde para mais de 24 milhões de brasileiros, principalmente no interior e áreas remotas do país.

Segundo a avaliação de Mauro Junqueira, presidente do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, o fim do Programa Mais Médicos pode deixar 24 milhões de brasileiros sem médicos. Ele disse também que esse número é preliminar e que tudo vai depender da agilidade do Ministério da Saúde em realizar um edital para repor as vagas abertas com a saída dos médicos cubanos.

*Com informações de O Globo

Compartilhe agora!