Cirurgia de Bolsonaro é adiada para depois da posse


A cirurgia do presidente eleito, Jair Bolsonaro(PSL), que deveria ocorrer em 12 de dezembro, foi adiada para o ano que vem, de acordo com o boletim médico do Hospital Albert Einstein, onde o presidente eleito fez exames pré-operatórios nesta sexta-feira (23).

O boletim divulgado pela assessoria do Hospital Alberto Einstein informou que “exames de imagem ainda mostram inflamação do peritônio e processo de aderência entre as alças intestinais. A equipe decidiu em reunião multiprofissional postergar a realização da reconstrução do trânsito intestinal. O paciente será reavaliado em janeiro para definição do momento ideal da cirurgia”.

Comentários encerrados.