Bolsonaro transforma governo em jogo de War (guerra em inglês)

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), espécie de Cavalo de Troia dos militares, transforma seu futuro governo em um jogo de War (guerra em inglês).

Como no jogo de estratégia, o capitão reformado segue distribuindo seu exército entre territórios a serem conquistados a partir do ano que vem.

LEIA TAMBÉM
CNJ põe Moro no ‘bico do corvo’ a pedido de Lula

As Forças Armadas também participam da partida, em dupla com o presidente eleito, deslocando tropas para as áreas que atendam ao objetivo principal.

Se o Supremo Tribunal Federal (STF) ganhou importância no jogo, ora, põe-se lá o general Ajax Porto Pinheiro como assessor especial de segurança no gabinete da presidência da corte.

Nas próximas horas, Bolsonaro poderá confirmar o general da reserva Floriano Peixoto Vieira Neto poderá ir para a Secretaria de Comunicação Social (Secom). Afinal de contas, num jogo de War (guerra, lembre-se) a primeira vítima sempre é a verdade…

O regime militar de Jair Bolsonaro ainda tem os seguintes oficiais:

– Tarcísio Gomes de Freitas (Ministério da Infraestrutura)

– Carlos Alberto dos Santos Cruz (Secretaria de Governo)

– General Hamilton Mourão (vice-presidente)

– General Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional)

– General Fernando Azevedo e Silva (Defesa)

– Tenente-coronel da Aeronáutica Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia).

Comentários encerrados.