Bolsonaro ‘enrola’ sobre fim do Ministério do Trabalho


O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), em entrevista coletiva nesta tarde de terça-feira (13) em Brasília, declarou que “o Trabalho vai continuar com status de ministério”. Ao ser questionado por jornalistas se o ministério será incorporado por alguma outra pasta foi evasivo: “vai ser ministério disso, disso, disso e Trabalho. É igual o Ministério da Indústria e Comércio, é tudo junto, está certo? O que vale é o status”.

Na verdade, Bolsonaro procura ganhar tempo, enrolar o distinto público, sobre o fim do Ministério do Trabalho, um órgão essencial para intermediar as relações entre o capital e o trabalho. A tática de Bolsonaro tenta diminuir o desgaste da sua desastrosa proposta.

Enquanto Bolsonaro concedia a entrevista, funcionários do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) realizavam um protesto na Esplanada dos Ministérios.

Comentários encerrados.