Bolsonaro desidrata Moro, que perde o CADE

Publicado em 12 novembro, 2018
Compartilhe agora!

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) está revendo os ‘superpoderes’ para Sérgio Moro após entrevista para o Fantástico deste domingo (11), na Globo.

LEIA TAMBÉM
O show protofascista de Sérgio Moro no Fantástico

O magistrado desagradou a Bolsonaro ao declarar que caberá ele, Moro, o ‘juízo final‘ sobre casos de corrupção no futuro governo. Ou seja, ele [ministro da Justiça] daria a palavrar derradeira sobre quem ficará ou quem sairá em caso de denúncia de malfeitos.

A primeira reação de Bolsonaro foi desidratar Sérgio Moro que, nesta segunda-feira (12), perdeu o CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) hoje ligado ao Ministério da Justiça.

De acordo com o jornalista Lauro Jardim, d’O Globo, Moro perdeu o órgão para Paulo Guedes — futuro ministro da Fazenda.

“Sergio Moro não se opôs”, anotou.

O juiz da lava jato, que se comporta como presidente de ‘facto’ da República, ainda reivindica o COAF (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), vinculado à Fazenda, para supostamente combater corrupção e organizações criminosas.

Compartilhe agora!