Bolsonaro anuncia assessor do STF como ministro da Defesa

O presidente eleito Jair Bolsonaro anunciou nesta terça (13) o assessor do STF, general da reserva Fernando Azevedo e Silva, como novo ministro da Defesa.

“Bom Dia! Comunico a todos a indicação do General-de-Exército Fernando Azevedo e Silva para o cargo de Ministro da Defesa”, tuitou Bolsonaro.

LEIA TAMBÉM
Nas vésperas de soltar Lula, STF é alvo de sevícias de militares

No início de setembro, Azevedo e Silva foi nomeado assessor do presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, e, ato contínuo, o magistrado afirmou que o golpe militar foi um “movimento de 1964”.

“Não me refiro nem a golpe nem a revolução de 64. Me refiro a movimento de 1964”, disse Toffoli durante uma palestra sobre os 30 anos da Constituição na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP).

A aliança STF-Bolsonaro é ruim para o Estado Democrático de Direito e uma péssima notícia para a defesa do ex-presidente Lula que é mantido preso político há 221 dias na Polícia Federal de Curitiba.

Comentários encerrados.