A CPMF está de volta; agora para ajudar empresários

Publicado em 2 novembro, 2018
Compartilhe agora!

A equipe responsável pela área econômica do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) pretende recriar a CPMF para ajudar empresários.

A ideia consiste em um imposto sobre movimentações financeiras (semelhante ao que existia) para acabar com a contribuição ao INSS que as empresas recolhem sobre os salários dos funcionários.

A informação foi confirmada por Marcos Cintra, assessor do futuro ministro a Economia Paulo Guedes.

O tributo incidiria sobre todas as operações, como saques e transações bancárias, e a estimativa é que seria possível arrecadar ao menos R$ 275 bilhões por ano.

Durante a campanha eleitoral, Bolsonaro negou que criaria novos impostos.

Compartilhe agora!