Por Esmael Morais

Vice de Bolsonaro é bolivariano, afirma espanhol El País

Publicado em 07/10/2018

O jornal espanhol El País chama o vice Hamilton Mourão de “bolivariano” e traça um perfil do candidato Jair Bolsonaro (PSL) que, neste domingo (7), poderá ir para o segundo turno contra Fernando Haddad (PT) — candidato do ex-presidente Lula.

LEIA TAMBÉM
Vice de Bolsonaro fala em ‘branqueamento da raça’

“Os ecos bolivarianos de Hamilton Mourão”, é o título da reportagem.

“Jair Bolsonaro, um ex-capitão e paraquedista amante do Governo militar, da tortura e das execuções policiais; machista e racista, além de profundamente ignorante sobre qualquer assunto que não inclua a exibição de testosterona”, define o espanhol.

El País relata que para elite brasileira, o verdadeiro perigo não é Bolsonaro, mas o PT.

“Isso embora o partido de Lula nunca tenha mexido na tributação das grandes rendas nem nacionalizado uma empresa. Apesar de ter destinado amplos recursos para ajudar grandes companhias privadas. E apesar de que, embora milhões de pessoas tenham saído da pobreza, os ricos tenham ficado ainda mais ricos durante seus mandatos. Boa parte dos brasileiros está convencida de que o programa oculto do PT é transformar o país numa nova Venezuela”, registra o jornal.

A reportagem de Xosé Hermida observa que os únicos ecos bolivarianos que se ouvem, em versão extrema-direita, provêm do candidato a vice de Bolsonaro.

“Tão ou mais macho que seu chefe, o general da reserva Antônio Hamilton Mourão especula abertamente com o cenário de um autogolpe presidencial e lança a ideia de uma nova Constituição redigida por uma “comissão de notáveis”, sem representantes populares. Palavrório puro, dizem muitos dos entregues à causa”.

“A autêntica ameaça é encarnada pelo PT. E, se for preciso, deve ser freada na base da “porrada””, concluiu El País.