Tarso Genro vê crescimento do fascismo no país


Tarso Genro, ex-ministro da Justiça e da Educação nos governos de Lula, ex-governador do Rio Grande do Sul e uma das principais lideranças do Partido dos Trabalhadores, usou o Twitter na manhã desta quarta-feira (24) para denunciar que foi impedido de falar na UFRGS.

“Dei aulas , proferi conferências em Universidades da França, Inglaterra, Portugal, Espanha, Alemanha, Argentina e aqui, mesmo na ditadura. Respeitei sempre os protocolos legais dessas casas de ensino. Hoje, censurado para falar na UFRGS, no RS que governei. Fascismo cresce” disse Genro no Twitter.

De fato, estamos testemunhando o crescimento de ideias e ações autoritárias no país que podem nos levar a um imenso retrocesso nos próximos anos.

Comentários encerrados.