Superministérios da Economia e do “Meio-Agricultura” terminarão em treta

Até uma criancinha de 9 anos é capaz de perceber que irá terminar em ‘treta’ a criação dos superministérios da Economia (Fazenda, Planejamento, Indústria e Comércio) e da “Meio-Agricultura” (Meio Ambiente e Agricultura).

LEIA TAMBÉM
Bolsonaro pode sofrer 1ª derrota na Câmara com reforma da previdência

O viés financista do governo Jair Bolsonaro (PSL) e de seu superministro Paulo Guedes assusta o setor industrial, que é contra a superpasta da Economia. Há uma contradição entre capital especulativo e capital produtivo.

Já a criação da do superministério do “Meio-Agricultura” é outro ponto polêmico. Esse mostrengo vai surgir por pressão da bancada ruralista, que quer aprovar o fim do licenciamento ambiental, explorar a Amazônia com garimpo e atividades agropecuárias, dentre outras barbaridades.

A ex-presidenciável Marina Silva (REDE) abriu fogo na desastrada proposta de fusão. “Nem bem começou o governo Bolsonaro e o retrocesso anunciado é incalculável”, disse.

Vai dar treta, Bolsonaro.

Comentários encerrados.