Saiba por que a Igreja Universal bombou no Twitter

A Igreja Universal do Reino de Deus, do bispo Edir Macedo, bombou neste sábado (13) no Twitter. É um dos assuntos mais comentados na rede social em virtude de seu protagonismo social.

LEIA TAMBÉM
Ibope divulga pesquisa sobre disputa pela Presidência da República

No final do 1º turno, o dono da IURD declarou apoio à candidatura de Jair Bolsonaro (PSL). Desde então, fiéis ligados ao PT relatam que a igreja está espalhando fake news contra Fernando Haddad.

Haddad, por sua vez, disse que ‘Bolsonaro é o casamento do neoliberalismo desalmado representado pelo Paulo Guedes, que corta diretos trabalhistas e sociais, com o fundamentalismo charlatão do Edir Macedo’.

Na guerrilha do Twitter — e consequentemente no WhatsApp — vem à tona informação de que a Universal foi condenada a pagar R$ 20 mil de indenização para um casal de ex-fiéis coagidos a fazer doações. A notícia é de março de 2018, mas na guerra de guerrilha virtual ela serve de munição de combate.

LEIA TAMBÉM
Propaganda de Haddad denuncia fake news de Bolsonaro; assista ao vídeo

Entre helicópteros carregando malas de dinheiro da igreja, Edir Macedo ensinado os pastores a conseguir doações de fiéis, também a declaração do bispo de que “Haddad é um fantoche do Lula”.

Ou seja, o fundamentalismo religioso se misturou com a política neste segundo turno.