Requião: faria tudo de novo

O senador Roberto Requião (MDB-PR), resignado, manifestou-se sobre a boca de urna que o tira do Senado:

“Tomei sempre as posições em que acreditava, pelo Brasil, pela nossa soberania, por projeto de Nação, pelos nossos trabalhadores e empresarios nacionais.
Repetiria tudo.”

Com menos de 75% das urnas apuradas no Paraná, Oriovisto Guimarães (Podemos) tem 29,90%, Flávio Arns (Rede) tem 23,78% e Roberto Requião (MDB), 13,94, Alex Canziani (PTB), 12%.

Requião atribui a derrota ao efeito Bolsonaro e ao duro ataque de infâmias e calunias nas redes nos íltimos dias? “Minha posição nacionalista não muda um milimetro, mas respeito a decisão do voto”, afirmou o senador.

Comentários encerrados.