Por Esmael Morais

Prevendo a derrota, partido de Bolsonaro questiona até a OEA

Publicado em 26/10/2018

O presidente do PSL, Gustavo Bebianno, afirmou nesta sexta (26) que a Organização dos Estados Americanos (OEA) tem viés esquerdista e “finge estar tudo bem”. Para ele, o sistema eleitoral não garante transparência e credibilidade.

LEIA TAMBÉM: Campanha de Bolsonaro virou caso de polícia, segundo a Folha

A afirmação foi em resposta ao alerta da missão de observadores da OEA que está no Brasil para acompanhar as eleições e demonstrou preocupação com as fake news (notícias falsas).

A advertência foi feita pela ex-presidente da Costa Rica Laura Chinchilla, que está no Brasil desde o primeiro turno e acompanha as denúncias sobre notícias falsas na internet e nos aplicativos.

Bebianno vai praticamente todos os dias à casa do candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro. Nesta sexta-feira, ele entrou na residência de Bolsonaro acompanhado pelo deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS).

Com informações da Agência Brasil.