Por Esmael Morais

Moro faz boca de urna contra Haddad

Publicado em 01/10/2018

O juiz Sérgio Moro intensificou a boca de urna na reta final da campanha contra Haddad.

A pretexto de divulgar malfeitos de Lula, o magistrado da lava jato levantou sigilo da delação do ex-ministro Antonio Palocci.

LEIA TAMBÉM
Lava jato faz boca de urna

A boca de urna de Moro tem duplo sentido: constranger o STF a não liberar entrevista do ex-presidente à Folha e, por óbvio, conter o avanço de Fernando Haddad na eleição deste domingo.

Em troca da delação implicando Lula, Palocci ganhou redução da pena em 2/3 e pagará R$ 35 milhões de multa.

Palocci jura na delação que esteve presente em um acerto de propina de R$ 40 milhões, em 2010, para a campanha de Dilma Rousseff. A reunião com empreiteiras teria ocorrido dentro do Palácio do Planalto.