Jucá, Eunício e até Temer na fila da masmorra em Curitiba

Não reeleitos, os senadores Romero Jucá (MDB-RR) e Eunício Oliveira (MDB-CE) estão sem foro de função e por isso terão seus processos da lava jato serão enviados para a 13ª Vara Federal de Curitiba. Ou seja, eles entram na fila da masmorra de Curitiba.

Além dos parlamentares, que ainda têm foro até 1º de fevereiro de 2019, Michel Temer (MDB) enrolado em várias ações penais também é sonho de consumo do juiz Sérgio Moro. O Tinhoso perde o foro antes, dia 1º de janeiro de 2019, quando tomará posse o novo presidente da República.

A lava jato precisa “limpar-se” das acusações de partidarismo e antipetismo. Mandar o núcleo do MDB para a masmorra de Curitiba seria, portanto, ‘oportuno’ e ‘conveniente’ ao Ministério Público.

Comentários encerrados.