Eurodeputados organizam manifesto contra o ‘coiso’

Está circulando no Parlamento Europeu um manifesto contra a eleição de Jair Bolsonaro (PSL). Membros de cinco das sete bancadas se reuniram para redigir a manifestação de repúdio ao candidato da extrema direita.

O eurodeputado português Francisco Assis, do bloco socialista, disse à rede alemã DW que não se trata de ingerência em assuntos internos.

“Não estamos defendendo uma intervenção ilegítima no Brasil. Estamos apenas manifestando nossa posição crítica em relação à possibilidade de que vença uma figura que representa posições proto-fascistas”, afirmou Assis.

O manifesto “Democracia Brasileira em Risco”, foi lançado na reunião do Parlamento nesta terça (16) em Bruxelas.

“Uma vitória de Bolsonaro significaria um retrocesso civilizatório para o país e para o mundo” completou o português.

Segundo ele, a apologia da violência, a defesa da ditadura militar e de seus métodos de tortura, as manifestações misóginas, racistas e xenófobas de Bolsonaro, bem como o anúncio de que o Brasil sairia do Acordo de Paris, fizeram soar o alarme entre os eurodeputados.

As informações são da Deutsche Welle.

Comentários encerrados.